Arte em dose dupla no YAM a partir de 7 de novembro

Liana Soares nasceu em Belém do Pará. Mudou-se para o Rio de Janeiro onde se formou em História e participou de cursos de fotografia e desenho no Parque Lage. Transferindo-se para São Paulo dedicou-se a ilustrações para revistas e livros, e a partir de 1998 iniciou-se na pintura, freqüentando, primeiramente, o ateliê de Carlos Fajardo e, posteriormente, o de Sergio Fingermann.

Em sua quarta exposição Quase Crônicas (onze pinturas, acrílico s/papel) faz apelo a uma narrativa do percurso da pintura, deixando seu tempo aparecer, bem como o caráter impermanente e inconcluso da criação.

________________________________________________________

 

SARA ROSENBERG

Relevos e Esculturas
Abertura: 7 de novembro, das 10 às 17h
De 8 a 20 de novembro de 2010
Segunda a sábado, das 12 às 15h

As forças vegetativas dão origem ao trabalho de Sara Rosenberg reunido nesta mostra.Ao apropriar-se de coisas que a sociedade de consumo abandona, obras feitas a partir de garrafas pet e alumínio reciclado são reinseridas pela artista no ciclo de vida e morte que acompanha tudo o que existe ou já existiu. Seu gesto criativo, assim, propõe-se como continuação e finalização de processos de um sistema produtivo caracterizado pelo desperdício e pelo consumo unilateral e parcial. Materiais desprezados purificam-se, ganham nova vida, e retornam, transformados, a um lugar ao sol num ciclo de existências mais harmônico e completo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s