chefs convidados

Conheça um pouco sobre os chefs convidados:

Cláudia de Nóbrega


Comecei a cozinhar cedo, aprendendo com minha avó materna alguns pratos e, mais que tudo, apreciando a comida simples e rústica, a maneira como ela organizava e se movia na cozinha. Percebi o prazer que podemos sentir através de combinar os alimentos. Criar alquimia da cozinha me faz sentir viva. Quando me mudei para Londres no final de 1987 me interessei muito pela culinária européia e comecei a fazer vários cursos de gastronomia. ‘Viajei’ o mundo pela cozinha e, literalmente, indo à países asiáticos e europeus, entre eles Itália, Espanha, pulando para a Índia, China (onde morei enquanto cursava Acupuntura e onde nasceu meu interesse pela Nutrição Chinesa, a qual sou formada há dois anos). Como meu backgorund de Acupunturista e meu trabalho com a Nutrição Chinesa em mente, tenho sempre com a intenção de elevar o potencial salubre dos alimentos. Preparo tudo com muita leveza e agilidade e até onde me é permitido a espontaneidade e diversão. Reza a lenda, que minha comida tem um toque de sensualidade e charme. Combinando os alimentos de uma maneira inovadora e simples ao mesmo tempo. Há vários anos divido meu tempo entre salas de aula, cozinhas particulares, consultorias especializadas e expedições culinárias pelo mundo. No ano passado, eu parti para a Ásia por 3 meses numa aventura culinária, onde partilhei com os asiáticos muitas receitas do meu mundo e aprendi muitas outras sobre o mundo deles. Do requintado ao trivial, mesclo os sabores de uma maneira que traz vida e alegria aos pratos. Trabalho muito com a idéia de pratos fáceis, saudáveis que agregam as idéias da culinária natural à gastronomia. Aprecio a idéia de reaproveitar todas as partes dos alimentos e transformar, com essa totalidade, o mundano em algo extravagante e ao mesmo tempo simples e maravilhoso. Usando ingredientes inusitados e sempre pensando no sabor, apresentação, texturas e cores do resultado final, eu cozinho com paixão e dedicação… Cheguei essa semana de uma expedição culinária ao Perú, onde ministrei duas aulas de culinária brasileira para um griupo de interessados em Lima , me apaixonei loucamente pela comida peruana e conheci também a Bolívia.

Adriana Patias


É fato que muita gente quer ter uma alimentação mais saudável. Também é verdade que boa parte acaba desistindo, ao imaginar que teria que viver a base pratos pálidos e insossos. É contra esse estereótipo que a chef e gourmet Adriana Patias, 35 anos, trabalha. Adi, como é conhecida, mistura temperos, capricha na textura, na cores e, é claro, no sabor! O resultado são deliciosas e sofisticadas receitas ensinadas em 14 módulos ministrados por ela, todas naturais!

A trajetória de Adi é bem interessante. Mais ou  menos oito anos atrás, ela era atriz, mas estava cansada do estilo de vida notívago. O corpo também pedia arrego. Uma amiga a aconselhou a praticar ioga. Foi quando tudo mudou. “Praticar ashtanga me deu uma consciência maior. O próprio corpo pedia pra não comer isso e aquilo”. Adi tornou-se então, vegetariana, mas prefere não se rotular: “Não como carne. Não gosto de usar termos como ovolactovegetarianismo. São horríveis”, brinca.
Hoje, longe da cidade — ela mora na Serra da Cantareira, com o marido e duas filhas pequenas. Vem a São Paulo apenas uma ou duas vezes por semana — Adi desenvolve seus cursos e prepara mais de 60 produtos, a venda na internet. Também dá consultoria para quem tem vontade de comer mais saudável, mas não sabe por onde começar. Tudo que é consumido na casa da família, aliás, também é feito por ela. “As pessoas não têm ideia do quanto é fácil fazer massa de pizza ou queijos. Cozinhar é sempre uma surpresa. Gosto de emocionar as pessoas com a comida”.

Flávio Passos



Flávio Passos é especialista na arte de transformar ingredientes saudáveis em comida saborosa, bem como em palestrar sobre o assunto. Atuando há seis anos como educador e chef (formado pelo Living Light Culinary Arts Institute, na California), já lecionou em diversos estados do Brasil e em países como a Noruega, os EUA e a Bulgária. Em seu portifólio de clientes corporativos encontram-se empresas como a Petrobrás e a Natura. Com quatorze anos de experimentação focada em diversas culturas de alimentação saudável, soma o conhecimento obtido através do estudo da Alimentação Viva (EUA), da Ayurveda (Índia) e de outras escolas naturalistas na ciência que batizou de “Alimentação Consciente”.  O propósito de seu trabalho é  demonstrar que alimentação pode ser mais do que prazer e nutrição, mas uma ferramenta medicinal que, quando utilizada com ciência e consciência, traz equilíbrio e harmonização com a qualidade de vida.

Luana Budel


A busca profissional começou há dez anos, mas o carinho pela boa mesa e natureza veio do ceio familiar. Luana viveu em Amsterdam na Holanda, como sócia/chef do Green Planet, restaurante orgânico/vegetariano, sob conceito do “Vegism” – amor pelos vegetais. Membro da Sociedade Vegetariana Brasileira e do Slow Food, de volta ao Brasil atua com amor e compromisso o fazer gastronômico, conjugando o prazer e a alimentação com consciência e responsabilidade. Estagiou em casas paulistanas, como Restaurante Namesa e Livraria Millie Foglie. Chefiou a cozinha vegetariana do IDCH e a cozinha quente do renomado restaurante japonês Kosushi, São Paulo. Formada em Gastronomia na FMU, pós-graduada em Gastronomia, Vivências Culturais, no SENAC, professora na FAMESP. Realiza consultoria saudável e oficinas de cozinha vegetariana pelo Brasil


Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s